Administrador da Santa Casa visita Nova Norte e fala sobre o Complexo Hospitalar

Rafa Barbosa

Na primeira semana do ano tomou posse uma nova diretoria para administrar a Santa Casa de Misericórdia no quadriênio 2018/2021. A posse dos eleitos ocorreu no mesmo dia em que o hospital inaugurou as novas unidades de Cardiologia e Endoscopia Digestiva. A nova diretoria é composta por: João José Marques (Provedor), Enir Hernandes Acedo (vice-provedor) Claudio Tumbert (1º tesoureiro), Ayrton José Suppioni (2º tesoureiro) e José Diaulas Pimentel de Almeida (mordomo). O Conselho Fiscal será formado por Juvenal Rodrigues Marcondes, Antonio Carlos de Almeida e Benedicto Alexandroni.
Francisco Carlos dos Santos, administrador do Complexo Hospitalar Santa Casa de Misericórdia, esteve no programa Bom Dia Zona Norte, apresentado por Sérgio Loredo, na manhã desta terça-feira, 9 de janeiro, para falar aos ouvintes sobre a Instituição.

Com relação as inaugurações, Santos reforça que elas trazem um grande benefício para a região. “Essa integração de vários profissionais em um mesmo setor ainda não se tem na região. A ideia é prestarmos um serviço em especial na urgência e emergência muito mais rápido e com maior resolutividade. Na parte ambulatorial ele funciona das 7h às 19h, mas já estamos nos organizando para ampliar os serviços para às 22h, em consultas e exames de rotina que são realizados aos convênios”, explica.

Embora os benefícios diretos sejam para os pacientes conveniados, a Santa Casa também atua em prol do SUS. Em setembro de 2017 a Zona Norte foi beneficiada com um Posto de Coleta da Santa Casa no Supermercado Mendonça, atendendo não só a população conveniada, como também ao usuários das Unidades de Saúde da região. Para o administrador do Complexo, esse investimento trouxe agilidade aos exames e eficácia no atendimento à outras regiões. “Na verdade, nós beneficiamos as demais outras regiões, porque nós centralizamos vários serviços aqui, com nossas equipes de coleta, por ter um posto próprio, e assim, conseguimos aumentar o número de coletas em outras regiões”, conta.

Agora para o ano de 2018 novos projetos devem sair do papel e Santos comenta sobre as obras do pronto socorro SUS. “Entre o fim de janeiro, início de fevereiro as obras do pronto socorro SUS serão concluídas, aumentando os espaços. Devemos ter uma sala específica de radiologia que vai diminuir o tempo de espera e a locomoção do paciente para o setor de radiologia, além do aumento dos consultórios médicos, com espaços mais adequados. É um trabalho muito intenso que vai se reverter para um grande número de pessoas que procuram o pronto socorro”, afirma.

O administrador salienta que mesmo em meio às dificuldades é preciso motivação para a concretização dos projetos. “É um trabalho árduo, desafiador, mas muito prazeroso. Trabalhar, ajudar e ver o resultado no benefício das pessoas é muito bom. Eu costumo falar para a equipe que a gente precisa sonhar. Tem que ter sonho, para ter metas, para que isso se transforme em projetos e se tornem realidades. E é o que tem acontecido na Santa Casa nos últimos anos, apesar de todas as dificuldades”, reforça.