Bragança conta com duas mortes confirmadas por Febre Amarela

A campanha de vacinação contra a Febre Amarela tem sido realizada no município há muitos meses e até o momento foram vacinadas 128 mil pessoas, o correspondente a 77% da população total. Com duas mortes, mais uma sendo investigada e vários casos suspeitos, a vacinação continua.

Em Bragança Paulista foram notificados nove casos, sendo dois confirmados (um importado e um autóctone - ambos evoluíram a óbito, Senhores Nelson Luiz de Almeida, 52 anos - confirmado por PCR e sorologia - e Estevam Roque de Souza, 74 anos - confirmado por PCR, aguardando sorologia.

Um dos casos foi descartado por PCR e Sorologia; cinco casos descartados por PCR (aguardando sorologia) e um óbito em investigação, de Eric Felipe Perinazzo, 26 anos, que deu entrada em 14 de fevereiro, notificado pelo Hospital Albert Sabin de Atibaia, com óbito registrado em 18 de fevereiro, no Hospital da Unicamp. Aguardando os resultados dos exames.

Ao todo foram 85 macacos mortos na cidade, sendo 65 positivos para Febre Amarela, e três notificados que não foram enviados ao Adolfo Lutz, pois em 24 de Janeiro de 2018 o Grupo de Vigilância Epidemiológica - Secretaria da Saúde - GVE enviou e-mail solicitando a suspensão temporária da coleta de amostras de Primatas Não Humanos dos Municípios de Itapecerica da Serra, Atibaia, Bragança Paulista, Jundiaí, Itatiba, Vinhedo, Mairiporã e São Roque, até o término do período sazonal, ou seja, até o mês de maio desse ano.

As notificações de Epizootias continuam sendo realizadas, portanto os munícipes deverão continuar notificando a Vigilância Epidemiológica sobre a morte dos mesmos para a realização do georreferenciamento.

Todas as 29 unidades da atenção básica de saúde permanecerão aplicando a dose integral da vacina. As unidades funcionam das 7h30 às 17h, com exceção do Centro de Saúde Dr. Lourenço Quilici, das 7h às 17h, do ESF da Planejada II, das 7h30 às 21h, e das unidades da Zona Rural, das 7h às 16h.