Câmara aprova projetos em pauta e discute assuntos de interesse do município

A estrada Bragança-Itatiba e o decreto que regulamenta o tráfego dos caminhões foram alguns dos assuntos tratados na nesta terça-feira (25) na Câmara Municipal. As matérias em pauta foram todas aprovadas por unanimidade e a sessão durou cerca de 4 horas.

Entre outros temas, o vereador Marcus Valle falou sobre a velocidade da estrada Bragança- Itatiba, que é de 60 km/h e propõe uma atitude do legislativo. “De início eu acho que a gente deve fazer uma comissão da câmara e ir ao DER, se não resolver, partir para uma manifestação na estrada como nós já fizemos na estrada Bragança-Amparo e deu resultado”, afirma.

O vereador também propôs que parta da prefeitura um projeto sobre a proibição dos rojões.
“Os rojões causam, além da poluição sonora, um estresse muito grande em animais, com grande número de mortes. Existe uma discussão jurídica sobre a possibilidade dele vir do legislativo ou ser de autoria do executivo, por isso eu sugeri à prefeitura que mande o projeto para a Câmara”, reforça Valle.

Embora o Secretário de Mobilidade Urbana, Manoel Botelho, tenha participado da reunião da Comissão de Justiça, na própria terça-feira, a fim de esclarecer pontos sobre o decreto que regulamenta o tráfego de caminhões na cidade, pouco se falou sobre isso na sessão. Sua presença foi mencionada por apenas alguns vereadores, entre eles, Marcus Valle, que reforçou a necessidade de rever vários pontos o mais breve possível: “Eu acho que tem que ser feitas essas adequações que foram colocadas, mas com urgência”.

Ainda sobre esse assunto, Quique Brown abordou a questão da faixa de sinalização do Portal do Guaripocaba ter caído e não ter sido recolocada. “Infelizmente ela caiu na quarta-feira, eu liguei para o pessoal da prefeitura, avisei que estava caída, eles falaram que tomariam uma providência, mas até hoje não foi tomada providência. Depõe contra o governo não conseguir colocar nem uma faixa”, diz.

Ordem do Dia

Em pauta constavam 4 projetos de lei para apreciação e votação dos vereadores, 3 deles para aprovação em segundo turno, sobre a transferência do Resolo da Secretaria de Obras para a Secretaria de Planejamento; a inclusão do Dia dos Aventureiros e a premiação Professor Nota Dez.

Em primeiro turno foi aprovado por unanimidade o Projeto de Lei de autoria do vereador Basílio Zecchini, que institui o Dia Municipal de Conscientização e Combate da Violência contra a Pessoa Idosa. O vereador aproveitou para falar sobre o projeto: “Foi um pedido do conselho, a OAB Estadual também está fazendo um trabalho de conscientização nesse sentido, nas comissões foi aprovado, inclusive o vereador Marcolino deu a sugestão de incluir na Semana do Idoso, mas o próprio Conselho Municipal já se manifestou que a Semana do Idoso é uma semana festiva, com atividades para celebrar a vida do idoso e no caso do combate à violência, é um dia mundial instituído pela ONU e o foco é outro”, esclarece.