Paulo Mário deixa a liderança do executivo na Câmara



Rafa Barbosa

Durante a 38ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal, ocorrida nesta terça-feira, 24 de outubro, o então líder do prefeito na Casa, vereador Paulo Mário, fez uso da palavra no fim da sessão, no espaço destinado para os vereadores tratarem sobre assuntos de interesse pessoal, para anunciar sua saída do posto.

Ao longo de seu pronunciamento, o vereador ressaltou várias vezes seu descontentamento com a quebra do acordo previamente estabelecido. “Me dediquei até muito mais do que eu podia, atrapalhando até a minha vida familiar, mas chega em um ponto que a gente se sente muito chateado com certas atitudes e eu recebi uma notícia de que o acordo que tinham firmado comigo não seria cumprido. Isso para mim é a gota d´água”, afirma.

Paulo também aponta a falta de confiança: “Quando chega nesse ponto, em que pode expor o líder, mas não pode expor outras pessoas, eu tenho que ficar fora. Quando se quebra um acordo, se quebra a confiança e eu não mereço mais ficar nesse cargo”.

Marco Antonio Marcolino, vice-líder, disse ter sido pego de surpresa e que não se considera líder, além de pedir para que Paulo repense sua decisão, sendo apoiado por outros vereadores da bancada de apoio ao prefeito na casa, mas o vereador manteve seu discurso, que deve ser oficializado em breve. “Tudo tem um limite na vida e esse limite, nesse momento, eu peço licença que seja respeitado”, finaliza Paulo.