Reunião sobre tráfego de caminhões ocorre na próxima segunda

Rafa Barbosa

Em vigor desde 17 de julho, a Portaria nº 001/17 da Secretaria de Mobilidade Urbana, que regulamento o Decreto nº 2.484, de 12 de maio de 2017, a respeito das restrições do tráfego de caminhões em vias da cidade, Avenida Alberto Diniz e adjacentes, ainda gera uma série de discussões e implicações na vida de muitos comerciantes e munícipes.

Embora fosse uma medida necessária, as restrições têm implicado diretamente no comércio e trânsito local e, por isso, vários empresários, munícipes e vereadores solicitaram mudanças na legislação. Durante sua fala na 38ª Sessão da Câmara, ocorrida esta semana, a vereadora Fabiana Alessandri manifestou a importância dessa reunião, já que a portaria têm trazido prejuízos e fazendo com que comerciantes tomem atitudes indesejadas.

“Eu sei que os comerciantes e os proprietários estão ansiosos por uma resposta, muitas empresas estão passando por dificuldade, infelizmente o custo dessas empresas aumentaram e segundo os próprios proprietários isso está sendo passado para os clientes. Algumas entraram na justiça para tentar reverter essa situação e outras, por exemplo, vão ter que mudar o centro de distribuição para outro local”, afirma Fabiana, que destaca a importância do diálogo: “Já se passaram três meses e a prefeitura não deu uma resposta para as empresas. Eu fico feliz que essa reunião foi marcada e nós aguardamos por uma resposta positiva”, finaliza.

A reunião, que tem por objetivo ouvir a demanda dos comerciantes, prestadores de serviços e da população que tem sido afetada é aberta ao público e será na próxima segunda-feira, 30 de outubro, às 19h, na Escola Municipal Cel. Ladislau Leme, localizada na Rua Antonio Giacomo José Zordo - Santa Luzia.