Reviva Saúde assina contrato com a prefeitura para administração da Atenção Básica

Por Rafa Barbosa

Na tarde desta segunda-feira (14) foi assinado o contrato entre a prefeitura de Bragança Paulista e a Organização Social (OS) vencedora da licitação para atendimento da Atenção Básica do município (postos de saúde), a Associação Casa de Saúde Beneficente de Indiaporã, conhecida como Reviva Saúde. Agora, a grande preocupação dos funcionários, que hoje estão em aviso prévio, é a permanência ou não em seus cargos. A secretária de saúde e o diretor da empresa afirmam que haverá processo seletivo para preenchimento dos mesmos.

De acordo com Márcio Antônio Mancília, advogado da Reviva Saúde, caso o processo seletivo não consiga ser realizado até o início dos trabalhos a empresa fará seleção por currículo. “Por disposição legal somos obrigados a fazer um processo seletivo. Se a gente conseguir realizar antes de iniciar o trabalho será realizado, senão, faremos uma seleção através de currículos. Acredito que até o fim da semana que vem teremos novidades com relação a esse processo seletivo”, afirma.

O diretor da OS, José Carlos da Silva Rodrigues, diz que hoje a Reviva Saúde atua nas cidades de Indiaporã e Cajamar e que atender a população de Bragança será um desafio. “Pra nós será um desafio muito grande e temos certeza que diante do trabalho que temos prestado nas cidades onde estamos, aqui faremos um trabalho muito importante”, ressalta.

O advogado Mancília aproveitou para destacar o trabalho prestado em Cajamar: “Cajamar hoje economiza, do contrato anterior, R$ 250 mil por mês e de 5 mil pessoas que eram atendidas no hospital, hoje atende 13 mil. Então, a equipe que vem está preparada e conhecedora do assunto para fazer um belo trabalho em Bragança Paulista”, conta.

A secretária de saúde, Marina Oliveira, aponta quais serão os próximos passos, agora que o contrato foi assinado. “Eles vão locar o imóvel e abrir uma filial aqui, que é obrigado pelo contrato abrir essa filial com um CNPJ só de Bragança Paulista e começar os processos seletivos para a contratação dos profissionais”, diz.

Ainda segundo a secretária, o processo de transição deve começar com visita às unidades envolvendo profissionais da empresa e da prefeitura. “A partir de hoje iremos em todas as unidades junto com os técnicos da Secretaria, além da coordenação da Atenção Básica. Os médicos, inclusive, já estão aqui presentes pra gente poder fazer essa transição”, conclui.

A empresa passa a administrar a Atenção Básica da cidade de Bragança a partir de 1º de setembro.