Segurança volta a ser assunto na Câmara Municipal

Rafa Barbosa

A sensação de insegurança que os bragantinos têm sentido nos últimos dias, por conta dos recorrentes assaltos e roubos, voltou a ser o assunto da manifestação dos vereadores durante a 29ª Sessão Ordinária desta terça-feira, 22 de agosto. Ao menos oito deles falaram a respeito.

Marcus Valle apontou que a questão precisa ser tratada de maneira séria pelos órgãos competentes, mas acredita que não se deve instalar uma situação de pânico e que o problema deve ser enfrentado.

“Houve uma série de roubos e nós tivemos sim alguns casos de assalto à residências e isso tem assustado. É importante que haja uma cobrança, uma mobilização, tem que fazer policiamento, repressão, mas tem que investir muito na parte social, isso é fundamental. Evidentemente temos que enfrentar o problema, mas não estamos em uma situação de descontrole”, afirma.

Quique Brown fez um convite ao Secretário de Segurança e Defesa Civil, Dorival Bertin, para que fale aos vereadores sobre os projetos para melhorar a segurança na cidade. “Eu faço o convite público a ele agora, se o líder (Paulo Mário) quiser o trazer, para fazer um relato do que tem ocorrido nessa sua gestão, sobre o seu comando, porque os números são alarmantes e a gente não pode achar que isso é normal”, diz.

O vereador também aponta o fato de a Secretaria ter se desvinculado do Trânsito. “Hoje, ao contrário do que a gente tinha no passado, a gestão da pasta é exclusiva de segurança e o comandante não precisa mais se desdobrar em trânsito e segurança para agir. A gente não pode se calar diante disso”, finaliza Quique.