Vereadores aprovam matérias por unanimidade e questionam questões como segurança e licitação

Por Rafa Barbosa

Na 28ª Sessão Ordinária da Câmara, ocorrida nesta terça-feira (15), todas as matérias em pauta foram aprovadas por unanimidade e 13 vereadores fizeram uso da palavra para tratar de assuntos de interesse do município, como a segurança, incompatibilidades em processos licitatórios, entre outros.

Entre as matérias para votação estavam 2 Moções, uma que diz respeito à redução da carga horária da classe da enfermagem e outra visando um serviço de assistência aos alunos diabéticos da rede municipal. Em segundo turno foram votados 2 Projetos de Lei, um que altera a lei sobre hortas escolares e outro que institui a Semana Municipal de Prevenção de Acidentes Envolvendo Motociclistas. Em primeiro turno, dois projetos de Lei Complementar, um que institui o Fundo Especial de Despesas da Câmara e um outro que altera a nomenclatura de Guarda Civil para Guarda Civil Municipal.

Entre os vereadores que se manifestaram, Basílio Zecchini trouxe à tribuna sua preocupação com a questão da segurança na cidade, já que casos de furto e principalmente roubo têm crescido consideravelmente. “É uma situação que a gente está vendo se repetir no dia a dia, infelizmente. Já teve um caso recente no Santa Helena, no Jardim Europa, ontem à noite outro no Residencial das Ilhas e várias outras situações também que estão deixando a população aflita, com medo e é necessário entender o que está acontecendo e verificar alguma providência”, expõe.

Quique brown questionou sua sugestão de grafite para a pista de skate que deve ser inaugurada no próximo domingo. O vereador fez um alerta ao executivo há algumas sessões sobre a possível pixação que pudesse ocorrer e que de fato ocorreu. “Não quiseram me ouvir, não quiseram dialogar, não quiseram fazer nenhum tipo de acordo e está lá o rabisco feito. Ainda há tempo. Eu gostaria de saber se eles vão agora fazer ou não”, diz.

O vereador também se mostrou bastante preocupado com a licitação das caixas de som utilizadas nos últimos eventos culturais da cidade.
“Ganha a licitação para fornecer aquele equipamento grande e o que ela fornece? Um produto muito, mais muito, inferior. Ou a Secretaria sabe disso e faz vista grossa ou ela está sendo enganada”, finaliza Brown.

A sessão começou com aproximadamente 30 minutos de atraso e apenas o vereador José Gabriel não compareceu.